02/03/2016

E o Oscar vai para... - Por Lennon Augusto!



 A cerimônia do Oscar que ocorreu no domingo (28/02/16) mal acabou e já está provocando um colapso na internet, confira abaixo o que aconteceu na principal premiação de cinema de Hollywood.

 Mad Max, o grande vencedor da noite... Tecnicamente.

  
Mad Max: estrada da fúria com 10 indicações faturou 6 estatuetas, mas todas de categoria técnica (figurino, maquiagem, edição, direção de arte, mixagem e edição de som). O filme do veterano George Miller trouxe um novo olhar para os filmes de ação, com uma fotografia fantástica o diretor deu uma nova cara a um velho conhecido.


Duelo de gigantes: Ennio Morricone VS John Willians


Na categoria melhor trilha sonora estava presente duas lendas no ramo de um lado, Ennio Morricone que escreveu famosas trilhas de filmes de faroeste (Era uma Vez no Oeste, Três Homens em conflito, Por um punhado de dólares) concorrendo pelo filme Os oito odiados. Do outro lado John Willians conhecido por trilhas marcantes do cinema (Indiana Jones, Star Wars, Tubarão) Concorrendo pelo filme Star Wars Episodio VII. Sentados lado a lado o premio acabou ficando com o Italiano Ennio Morricone que foi aplaudido de pé e em seu discurso agradeceu ao amigo John Willians
.
 O menino que não ganhou o Oscar, mas ganhou o mundo.



  Mais uma vez o oscar não veio para o Brasil, o filme brasileiro O Menino e o Mundo do diretor Alê Abreu estava concorrendo ao oscar de melhor animação ao lado de grandes nomes como a Pixar e o Estúdio Ghibli. O filme vencedor da categoria acabou sendo Divertidamente da Pixar, mas isso não motivo para tristezas a indicação pode ser um grande incentivo para atrair investimentos para a produção cinematográfica brasileira.

 Adrian, eu não consegui.



   Sylvester Stallone estava concorrendo à categoria melhor Ator Coadjuvante como Rocky Balboa no filme Creed, mas perdeu para o Mark Rylance de A Ponte dos Espiões, causando revolta dos fãs na internet.

 A coadjuvante que roubou a cena.


  O filme A Garota Dinamarquesa recebeu 4 indicações ao oscar e ganhou apenas uma, a de melhor atriz coadjuvante para Alicia Vikander, atuação que foi aclamada pela critica que cita como uma das poucas coisa boas do filme.

  O Filho de Saul e uma categoria importante do Oscar.


 A categoria de melhor filme estrangeiro não é muito comentada sobre o oscar, mas está  na minha lista de uma das categorias mais importantes. Em uma cerimônia cuja maior parte dos indicados são filmes norte americanos dar visibilidade aos filmes de industrias menores acaba sendo muito importante para a sétima arte, e desta vez o drama que se passa na segunda guerra mundial O Filho de Saul (filme húngaro) levou a estatueta pra casa, vale a pena conferir.

Emmanuel Lubezki, o  gênio da fotografia.


Emmanuel Lubezki é sem duvidas um dos diretores de fotografia mais cobiçados por Hollywood e mais uma vez ele se mostrou digno de levar um oscar pra casa. Pela terceira vez consecutiva depois de já ter ganhado por Gravidade e Birdman, Lubezki faz um trabalho fenomenal em O Regresso com uma beleza plástica sem igual, o que torna cada frame um quadro diferente.

 Iñarritu, o colecionador de oscars.


  Mais uma vez o México faturou o oscar de melhor diretor, depois de Alfonso Cuaron com Gravidade, Alejandro Gonzalez Iñarritu faturou dois oscars consecutivos como melhor diretor o primeiro com Birdman (2014) e o segundo com O Regresso (2015) ganhando de grandes nomes como Ridley Scott e George Miller, a ultima vez que tal fato aconteceu foi com Joseph L. Mankiewicz 1950/1951. Com apenas 6 longas em sua carreira Iñarritu já é considerado um dos melhores diretores da atualidade.

 O Fim de um meme.


Após varias indicações Leonardo Dicaprio finalmente ganhou o oscar, em seu papel em O Regresso Leonardo desafia o próprio corpo e a mente em baixas temperaturas com mais uma interpretação magnífica que apesar de ter poucas falas possui uma carga emocional muito forte. A vitória do ator simbolizou o fim de uma era de memes na internet que já valeu pelos risos, pelo apoio e agora vale pelo orgulho, pois Leonardo Dicaprio aproveitou bem seu discurso chamando atenção para os problemas do aquecimento global.

Spotlight, o melhor filme do ano.



 A disputa pelo premio de melhor filme estava muito acirrada com 8 indicados  e alguns favoritos como O Regresso, Mad Max, A grande Aposta entre outros, mas no fim das contas o principal premio da noite ficou com Spotlight  que também ganhou como melhor roteiro original. A história conta como um grupo de jornalistas foi capaz de reunir provas de diversos abusos cometidos por padres católicos, o filme já havia sido muito premiado em diversos festivais, e para fechar com chave de ouro o oscar de melhor filme, , com certeza vale a pena ser assistido.

Espalhe a ideia, comente com os amigos! Compartilhe o que é bom!



Twitter: @oNerdSpeaking
Instagram: NerdSpeaking
SoundCloud: Nerd-Speaking
Facebook: NerdSpeaking
 E-mail: nerdspeaking@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

\O/ NERD FAZ TEXTÃO!! \O/