02/08/2017

NS INDICA HQs – MAUS! - João F.


   Fala, meu povo! Nesses últimos anos, eu meio que dei uma pausa na leitura de histórias em quadrinhos, não só pelo preço delas mas também pela falta de originalidade presente em alguns exemplares. Porém no último dia dos namorados fui presenteado com “Maus”, uma verdadeira experiência literária. Aqui, citarei minhas impressões referentes à história do material, mas adianto que nunca vi nada parecido com essa obra prima. É mais que original; É genial. Confiram!



   Maus é uma obra escrita e desenhada por Art Spiegelman, sendo dividida em duas partes. As histórias que compõem a primeira, intitulada “A história de um sobrevivente: Meu pai sangra História” foram lançadas entre 1973 e 1986; já a segunda “E aqui os meus problemas começaram” foi publicada entre 1986 e 1991, todas divulgadas através da revista Raw, fundada pelo próprio Spiegelman. Porém, aqui no Brasil o primeiro volume chegou no final da década de 1980, e sua continuação apenas em meados dos anos 90. Maus é um relato comovente referente ao Holocausto e as terríveis histórias de sofrimento que tanto ouvimos e conhecemos sobre a Segunda Guerra Mundial, com a presença de campos de concentração com o de Auschwitz. Mas, meus amigos, uma coisa eu garanto: Você nunca leu nada parecido com “Maus”. Se a única obra que você conhece referente a este período tenebroso é o famoso “Diário de Anne Frank”, aqui vai mais uma indicação que vai abrir sua mente... E talvez até destruí-la um pouco.


   A história apresenta dois protagonistas: Art e Vladek Spiegelman, pai e filho que não se dão muito bem por conta de alguns problemas do passado. Após anos sem visitar Vladek, Art decide dar uma passada em sua casa, e mais tarde acaba tendo a ideia de documentar a história de sobrevivência de seu pai, um judeu polonês que vivenciou o terror dos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, incluindo as torturas e a saudade de sua esposa Anja, separada dele durante o evento. À medida que Vladek segue contando sua história, paralelamente podemos conferir seus problemas pessoais como a velhice e sua relação com Art e sua atual esposa, Mala. 

   "Ah, João, e o que 'Maus' tem de tão diferente ao ponto de não ser mais um entre milhares de relatos sobre o holocausto?" Pra começar, os personagens são representados como animais, todos desenhados por Art Spiegelman, por exemplo: Poloneses são os porcos; estadunidenses; cachorros, franceses, sapos; alemães, os gatos e judeus, ratos. A necessidade de representar os personagens na pele desses animais é referente à forma como são vistos na natureza selvagem.  E a pegada de relatar tudo isso em histórias em quadrinhos foi uma estratégia muito boa, tendo em vista que a obra contém quase trezentas páginas que passam “num instante”, por mais que a forma física do livro aparente que tenha muito mais. Isso se deve à forma como o relato de Vladek e a visão de Art referente a isso é passada para o leitor de forma que o cative, passando a se importar cada vez mais com os personagens. 


   Sim, podemos dizer que “Maus” é uma biografia dos dois personagens principais (Art e Vladek), e a forma como a história é conduzida é bem brutal, tendo em vista que o pai não poupa detalhes ao contar tudo pelo que passou nas mãos dos nazistas. Com muitas HQs marcadas pela falta de originalidade, “Maus” é daquelas que você não quer terminar de ler, espera que ele não acabe tão rápido, já que as ações dos personagens representados pelos animais faz lembrar bem muito a “luta pela sobrevivência” no meio selvagem. Digo isso por experiência própria, já que li o exemplar que ganhei de presente em três dias.

- Considerações finais:

   Logo, podemos concluir que “Maus” é uma obra que se destaca por representar de uma forma bem diferente histórias sobre um tema já muito “batido” em livros, filmes, séries etc. Vale ressaltar que a biografia dos Spiegelman foi vencedora do famoso Prêmio Pulitzer, além de indicações para outros prêmios. No fim, o leitor percebe que não havia outra forma de contar essa história não sendo em quadrinhos. Quer saber o motivo? Então adquira já o seu exemplar ou pegue emprestado com alguma pessoa do seu círculo de amizades. Mas, eu garanto: Vale a pena o dinheiro gasto com esse livro, vocês não irão se arrepender de ir comprá-lo. 


Veja também...


Espalhe a ideia, comente com os amigos! Compartilhe o que é bom!


http://nerdspeaking.blogspot.com.br/search/label/Jo%C3%A3o%20F.

http://nerdspeaking.blogspot.com.br/p/quem-somos_22.html

Twitter: @oNerdSpeaking
Instagram: NerdSpeaking
SoundCloud: Nerd-Speaking
Facebook: NerdSpeaking
 E-mail: nerdspeaking@gmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

\O/ NERD FAZ TEXTÃO!! \O/