10/08/2016

Review - Esquadrão Suicida! - João F.



 Fala meu povo! Apesar do atraso, estamos aqui com a review de Esquadrão Suicida, que está dividindo opiniões da crítica e do público no mundo inteiro. De início, é bom relatar que o filme acerta em cheio na sua missão, mas não consegue evitar momentos em que pisa na própria cauda.


  O novo lançamento da DC Comics chegou aos cinemas no dia 05/08, e desde então tem sido um sucesso de bilheteria. Uma dica para quem ainda não assistiu ao filme: Não compre seu ingresso com altas expectativas para a história. Mesmo sendo um filme que entrega o que a maior parte do público quer – muitas cenas de ação e risos– isso chega a ser demais, fazendo com que Esquadrão Suicida chegue a ser um tanto entediante no meio. 


   Sobre o elenco, três nomes dominam: Will Smith, Viola Davis e Margot Robbie. Os dois primeiros carregam a responsabilidade de serem os atores mais famosos do longa, enquanto a última mostrou ser a fonte de poder do filme. Will Smith brilha mais uma vez em um filme de ação com um vilão que apesar de estar ciente de sua maldade e criminalidade, prova que há um cara que não se importa apenas consigo mesmo.


  Mas, quem se destaca mesmo é a Amanda Waller de Viola Davis, uma atriz premiada. Esta personagem é a mais cruel, provando ser má e ambiciosa. A maior característica dela é ser manipuladora, sempre controlando sua Força Tarefa X, até mesmo diante do absurdo. Sem dúvida alguma, a melhor coisa do filme e mais uma atuação memorável de Viola Davis.


  Todos esperavam bastante do Coringa insano de Jared Leto, e quem colocou muita expectativa nisso, se decepcionou. O ator consegue entregar uma atuação esforçada, mas o problema é que seu personagem tem aparições bem discretas no filme. Talvez seja por conta das refilmagens para que o longa ficasse mais engraçado, tendo que excluir algumas cenas. Isso afetou seriamente a presença do Coringa na história, tendo sequer uma cena memorável. Não foi uma adaptação ruim, mas muito abaixo do esperado.


  Falando nisso, a história - apesar de sem inspiração e com uma “vilã dos vilões” insossa demais – tem lá seus alívios cômicos. Tudo bem que algumas piadas já foram vistas nos trailers, mas não foi tudo. O Crocodilo consegue ser temível e ao mesmo tempo engraçado, e o Capitão Bumerangue (Jai Courtney) prova ser o verdadeiro alívio cômico da história.
  A Arlequina (Margot Robbie) talvez seja a personagem mais fiel à sua história original. A personagem está em um ambiente livre para provar para que veio, com suas loucuras e sua paixão pelo Coringa, cuja relação chega a ser doentia, da parte dele. Sem dúvida, a personagem favorita dos fãs.


   Portanto, é bom lembrar que o filme tem vários escorregões, mas que no final consegue cumprir sua missão de divertir o público (Fiquem até a metade dos créditos). Esquadrão Suicida mostra ser mais um passo de uma lenta caminhada até a glória da DC.


Espalhe a ideia, comente com os amigos! Compartilhe o que é bom!


Twitter: @oNerdSpeaking
Instagram: NerdSpeaking
SoundCloud: Nerd-Speaking
Facebook: NerdSpeaking
 E-mail: nerdspeaking@gmail.com





Nenhum comentário:

Postar um comentário

\O/ NERD FAZ TEXTÃO!! \O/