21/12/2014

Contos - O conto do Capuzinho Vermelho - Por Djavan!



Hey pessoas, aqui é o Joe, e hoje estamos aqui para trazer um conto escrito por Djavan, chamado " O Capuzinho Vermelho"! Espero que gostem, pois está incrível!

"Era uma vez em uma noite sombria, onde as trevas são pregadas com um prego manchado e marcado de sangue. No castelo que fluía aquela energia de melancolia e negrume para a noite, um homem..."





CAPUZINHO VERMELHO




Era uma noite sombria, onde as trevas estavam pregadas com um prego manchado e marcado de sangue. No castelo que fluía aquela energia de melancolia e negrume para a noite, um homem. Vestido com um manto negro, que encobria o sangue jorrado de vítimas e um rosto pálido como a cera que era o único tom do castelo. As paredes eram feitas de azulejos tenebrosos quebrados e manchados.
Se aproximava da sala, onde uma pequena menina brincava com duas bonecas que nem sabia a força que elas tinham. O homem suplica:
- Prima, eu necessito que você entregue essa cesta com essas belas maçãs para nossa vó, você poderia?
Sem demora em pensar ela responde.
- é claro, priminho.
- Diga a ela que foi por sua conta e não coma nenhuma – Diz o primo chamando a sua atenção.
- Pode deixar – diz a garota com medo.
- Boa garota – ele fala... Balançando sua cabeça.
Ela pega a cesta, seu manto vermelho com um mar de sangue e segue sua jornada, na tenebrosa e a escuridão do luar.
Em seu caminho, ela encontra um homem, com a aparência descuidada e com muitos pelos em todas as regiões visíveis do corpo. E ele pergunta com uma voz assustadora.
- Pra onde vai uma garotinha à uma hora dessas?
Ela com medo fica calada...
O homem querendo ganhar confiança fala
- Vamos, meu nome é Lobo.E o seu?
- Capuzinho vermelho - ela responde
O lobo pergunta novamente
- Pra onde vai uma garotinha à uma hora dessas?
- Entregar essas belas maçãs na casa da minha vó...
O lobo bastante interessado há chama atenção.
- Lá na frente você vai encontrar duas ruas, a curta que é muito escura e perigosa e a longa, que vai demorar um pouco mais, porém é iluminada com o brilho dos vaga-lumes...
- Certo... Obrigada Senhor Lobo - Súplica a pequena Capuzinho.
O Lobo faz um sinal com a cabeça e observa a pequena garota desaparecer na neblina da miopia da noite.
Encontrando os caminhos, ela toma a decisão de ir à longa onde o lobo li disse que não é muito perigosa, ela não sabe da tensão e do medo que vai percorrer no seu corpo, enquanto isso, o Lobo segue pelo outro caminho.
Andando ela sente que não há iluminação nenhuma no caminho. Ela pega uma flor e a cheira... Elas são uma droga demoníaca para fazer você perder a cabeça... Logo ela sente dores e fraquezas em todo corpo, alucinações com criaturas sem um contorno definido e muito parecidas com criaturas abissais... O coração dela sobe e bate perto da garganta, as mãos e pernas tremem e sente uma série de calafrios... ela sussurra para as trevas.
- O que eu fiz? O que eu aceitei pra mim? Fui enganada... Não fale com estranhos... Esse foi meu erro... Porque eu aceitei o desconhecido de braços abertos?
Ela se levanta e segue sozinho, com o terror e o frio da noite.
Enquanto o que aconteceu na floresta, o Lobo prosseguiu e achou rapidamente a casa desejada, pelo caminho curto e iluminado. Por fora continha uma balaustrada linda... as janelas estavam abertas... A casa era toda feita de pedras desgastadas, um assombroso e enorme tapete vermelho cobria e enriquecia a energia de trevas da casa, com várias estatuas de gárgulas macabras aterrorizando a casa, no final uma cama, com tons de vermelho do sangue menstrual... no lado direito, uma pequena criatura com um capuz negro, pavorosa... Mexendo e remexendo um caldeirão.
A criatura vira, e o lobo olha e recua rapidamente, se tremendo com medo, a imagem da criatura ficara na cabeça do Lobo, que tinha rugas estancadas no rosto, com um cabelo branco escorrido, e pequenos olhos... Sobrancelhas enormes mal cuidadas... e ele finalmente toma conta que era a vovó... Silenciosamente ele entra na casa, chega perto e sem pensar duas vezes realiza o óbito. Despe-la... E depois de um tempo veste as roupas dela.
Minutos depois Capuzinho finalmente chega, e bate três vezes na porta, até que o lobo disfarçado de vovó abre e manda-a entrar. Ela entra limpando os pés no tapete, logo depois, o lobo servi uma bebida avermelhada com um tipo diferente de carne.
- Coma essa carne servida com vinho, a viajem deve ter sido exaustiva – diz o lobo.
Ela faz um sinal com a cabeça que sim e come a refeição com muito prazer... e ela fala:
- Trouxe essas belas e ótimas maçãs suculentas para você, vovó!
O lobo a agradece e depois o lobo a manda se despir e joga a roupa no caldeirão. Ela obedece e deita... E sente os pelos e unhas e diz:
- Como você peluda e descuidada vovó – exclamou capuzinho
- é pra te esquentar e me coçar, fofinha.
Logo após ela sente algo no corpo e diz:
- Que coisa longa e dura você tem, vovó.
- é para saber se estou feliz, pequenina.
- e que pupilas enormes...
- é para te ver melhor!
- e que dentes afiados...
- é pra te comer!
No outro dia na manhã um lenhador dar o recado para o servo e fala ao primo dela.
- O depravado ainda estuprou e devorou as duas! - exclama o servo real
E ainda comeu a maçã e morreu... O que tinha nelas meu lorde?
- Uma maçã envenenada, que importei de uma bruxa, que queria matar uma garota branca como a neve.
- Porque matá-la  e de tal jeito meu lorde?
- Ela sabia sobre coisas demais da entidade – responde com tranquilidade... e que queria uma morte especial.
- Enquanto sua priminha de 13 anos?
- Não faz diferença, ela era pura demais para nossa família... Só fiquei triste com o lobo, ele poderia ser uma peça importante para a entidade.
O servo olha para o Lorde como se estivesse olhando para um louco. Assustado, ele caminha até a porta, e em seguida, escuta gargalhadas altas na sala do lorde.

FIM




Oi pessoal, aqui é o Djavan, agradeço a atenção de todos que leram meu conto. Espero que tenham gostado da pegada mais levada ao horror! Se quiserem ler mais contos, livros e histórias, cliquem aqui! Valeu pessoal, aqui foi Djavan e este é o NerdSpeaking!




Twitter: @oNerdSpeaking
Instagram: NerdSpeaking
SoundCloud: Nerd-Speaking
Facebook: NerdSpeaking
 E-mail: nerdspeaking@gmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário

\O/ NERD FAZ TEXTÃO!! \O/